Marketing digital para e-commerce: como gerar mais resultados?

Por

Eduardo Sani

O cenário do comércio digital no Brasil tem passado por grandes transformações nos últimos anos.

A forma como as lojas virtuais ou físicas abordam suas estratégias de vendas e conversões foi diretamente impactada com a ascensão do marketing digital e, principalmente, da Mídia Programática. 

O Brasil é um dos líderes mundiais em compras online, com um crescimento constante ano após ano. Somente em 2022 foram gastos R$262 bilhões em vendas e-commerce, segundo dados da Nielsen|Ebit.

Esse valor ilustra o crescimento contínuo do comércio digital no país e a importância de estratégias de marketing assertivas para se destacar em um mercado cada vez mais competitivo.

Neste artigo, vamos entender como o marketing digital pode ser uma ferramenta eficaz para impulsionar o desempenho de um e-commerce, com um foco especial na integração com a Mídia Programática para maximizar os resultados.

O que é Marketing Digital e E-commerce?

Antes de entender algumas estratégias de marketing digital para e-commerce, é importante compreendermos o que exatamente esses termos significam e como estão interligados.

O marketing digital engloba todas as atividades de promoção e publicidade realizadas online para atingir um público-alvo específico. Isso inclui uma variedade de canais, como redes sociais, mecanismos de busca, e-mail, programática e muito mais. 

O objetivo principal é construir uma presença online sólida, atrair visitantes qualificados e convertê-los em clientes.

Por outro lado, o e-commerce refere-se à compra e venda de produtos ou serviços através de plataformas online. As lojas virtuais estão se tornando cada vez mais populares devido às facilidades que oferecem aos consumidores. 

No entanto, a concorrência online é alta e é nesse momento que o marketing digital desempenha um papel crucial para o sucesso do seu negócio.

Funil de Vendas e Conteúdo Otimizado

Para obter sucesso no e-commerce, é essencial compreender o funil de vendas, que é composto por três estágios: topo, meio e fundo. Cada estágio representa um nível diferente de intenção de compra por parte do cliente. 

O marketing digital desempenha um papel em cada fase do funil, desde a conscientização inicial até a conversão final.

No topo do funil, o objetivo é atrair a atenção do público-alvo e gerar conscientização sobre a marca e os produtos. Isso pode ser alcançado por meio de estratégias de marketing de conteúdo, como blogs, vídeos e mídia social. 

No meio do funil, os esforços de marketing se concentram em educar os consumidores sobre os produtos ou serviços oferecidos e como eles podem atender às suas necessidades. 

Aqui, o e-mail marketing, webinars e demonstrações de produtos podem ser ferramentas eficazes.

No fundo do funil de vendas para e-commerce, o objetivo é converter os leads em clientes. Estratégias como retargeting, descontos exclusivos e depoimentos de clientes satisfeitos podem ajudar a fechar a venda.

Quais são os 4 principais tipos de comércio digital?

Outro ponto fundamental, é compreender os diferentes tipos de comércio digital. Existem quatro principais. Veja mais sobre cada um deles:

Business to Consumer (B2C): Este é o tipo mais comum de comércio eletrônico, onde as empresas vendem diretamente aos consumidores finais. Lojas virtuais de roupas, eletrônicos e alimentos são exemplos de B2C.

Business to Business (B2B): No B2B, as empresas vendem produtos ou serviços a outras empresas. Isso inclui transações de atacado e parcerias comerciais.

Consumer to Consumer (C2C): O C2C envolve a venda de produtos ou serviços entre consumidores individuais. Plataformas de leilões online e marketplaces de produtos usados são exemplos comuns.

Consumer to Business (C2B): Nesse modelo, os consumidores oferecem produtos ou serviços às empresas. Um exemplo seria um influenciador digital que promove produtos de uma empresa em suas redes sociais.

Vantagens da Mídia Programática para E-commerce

A Mídia Programática é uma abordagem avançada para a publicidade digital que utiliza algoritmos e automação para comprar espaços publicitários em tempo real

Essa estratégia pode ser particularmente eficaz para lojas virtuais. Aqui estão algumas vantagens de criar campanhas de Mídia Programática para e-commerce:

Segmentação Precisa

A Mídia Programática permite direcionar anúncios com base em dados demográficos, interesses, comportamentos online e outros critérios específicos. Isso garante que seus anúncios sejam exibidos para o público certo.

Custo Benefício

A automação na compra de mídia economiza tempo e dinheiro, pois elimina a necessidade de negociações manuais com editores de anúncios.

Otimização em Tempo Real 

Os algoritmos ajustam automaticamente a exibição dos anúncios com base no desempenho em tempo real, maximizando o ROI.

Aumento de Conversões 

A segmentação precisa e a otimização contínua, consequentemente, resultam em maiores taxas de conversão.

Muita gente pensa que a Mídia Programática é feita só para Branding e Awareness, mas ela também é ideal para quem precisa vender online. 

Assista abaixo nosso CMO, Bruno Oliveira, falando sobre como a Mídia Programática pode atuar nos diversos nichos do comércio eletrônico e potencializar as vendas. 

Formatos de Mídia Programática

A Mídia Programática oferece diversos formatos publicitários que podem impulsionar suas vendas online. Vamos explorar como cada um deles funciona e como podem contribuir para o sucesso do seu e-commerce:

Anúncios em Display: Estes são anúncios gráficos que aparecem em sites e aplicativos. Eles são altamente visuais e podem ser direcionados com precisão com base em interesses, comportamento de navegação e localização. Isso ajuda a atrair a atenção do público certo e direcioná-lo para seu site, aumentando as chances de conversão.

Anúncios em Vídeo: Os anúncios em vídeo são veiculados em plataformas de vídeo, como o YouTube, e oferecem uma maneira envolvente de apresentar seus produtos. Com segmentação precisa, você pode alcançar seu público-alvo enquanto eles assistem a vídeos relacionados ao seu nicho de mercado.

Anúncios de Áudio: Os anúncios de áudio são exibidos em serviços de streaming de música e podcasts. Eles podem ser personalizados com base nos interesses e preferências dos ouvintes. Isso é eficaz para atingir um público engajado que pode estar interessado nos produtos ou serviços do seu e-commerce.

Anúncios Nativos: Esses anúncios se integram perfeitamente ao conteúdo da página, tornando-os menos intrusivos. Eles se misturam ao ambiente online, o que pode aumentar a aceitação do público e levar a conversões mais naturais.

Ao combinar esses formatos de Mídia Programática com estratégias de segmentação e otimização, você pode maximizar o impacto das suas campanhas publicitárias, alcançando os clientes certos no momento certo e impulsionando as vendas do seu e-commerce.

Estratégias assertivas com ADSPLAY

Em resumo, o marketing digital aliado à Mídia Programática é a fórmula vencedora para impulsionar as vendas das lojas virtuais. 

A capacidade de direcionar anúncios para o público certo, no momento certo, proporciona resultados tangíveis e mensuráveis. 

Aproveite você também os benefícios dessas estratégias e leve seu e-commerce a novos patamares. Entre em contato com a ADSPLAY hoje mesmo e deixe nossa equipe especializada criar campanhas assertivas que levarão o seu negócio ao próximo nível.

Compartilhe essa postagem!

categorias

Brand safety

Campanha publicitária

Cursos online

Dia das mães

Dia dos pais 2021

Digitalks

LGPD

Marketing de dados

Marketing digital

Marketing em áudio

Inscreva-se para receber os nossos materiais e ficar por dentro das principais notícias do nosso setor.

    O QUE PODEMOS FAZER PELA SUA MARCA HOJE?

    Fale conosco