Quais são as possibilidades da Mídia Programática?

Normalmente os clientes nos perguntam: “Mídia Programática é Display? São os formatos de banner?” Sim, mas não só isso. Podemos trabalhar com diversos outros formatos e oportunidades. Vamos contar algumas aqui para vocês. Display Primeiro, o formato mais famoso, o Display. São os formatos, normalmente no padrão IAB, de banners que vemos normalmente nos sites. […]

Por Renata Rodrigues

9 de novembro de 2020

Quais são as possibilidades da Mídia Programática?

Normalmente os clientes nos perguntam: “Mídia Programática é Display?

São os formatos de banner?”

Sim, mas não só isso. Podemos trabalhar com diversos outros formatos e oportunidades.

Vamos contar algumas aqui para vocês.

Display

Primeiro, o formato mais famoso, o Display.

São os formatos, normalmente no padrão IAB, de banners que vemos normalmente nos sites.

Vídeos

Segundo, conseguimos também trabalhar com vídeo.


O que são os vídeos? 

São os vídeos do YouTube, de outros canais, só que usando a segmentação e compra da Mídia Programática.

Áudios

Terceiro, os áudios, as rádios webs, os aplicativos de músicas como Spotify, Deezer.

 

Então estamos falando de três canais importantes, display, vídeo e áudio

Além desses canais, o que conseguimos fazer mais?

 

Aplicativos

Com a mídia programática, podemos trabalhar com os aplicativos, sejam os aplicativos de game ou os aplicativos em geral, inserindo banners e vídeos em todos eles.

 

Smart TV

Outra possibilidade da mídia programática são as Smart TVs (TV programática). Fazemos inserções de banner e vídeo para quem estiver conectado à internet.

 

DOOH – Digital Out of Home

A divulgação de Mídia Programática nas telas. A gente consegue fazer nos elevadores, nos aeroportos, em padarias, farmácias, em todos esses pontos.

Perceberam que a Mídia Programática não é só Display?

Ela possibilita uma imensa quantidade de locais diferentes que não são só os computadores ou celulares.

Mas tem muito mais…

 

O que dá para fazer mais com a Mídia Programática?

Já falamos de uma quantidade de canais e formatos que são super bacanas e que talvez você não tivesse ouvido ainda.

Além disso, outro ponto forte da Mídia Programática são os dados que possibilitam as segmentações.

 

Segmentação Ao Target

Conseguimos impactar exatamente o seu target com uma segmentação mais assertiva.

Podemos escolher aquela pessoa, naquele local, com o banner certo, isso é chamado de Segmentação ao Target.

 

 

Lookalike

Não sei se você já ouviu falar do Lookalike, acho que talvez você até use no Facebook. Ele não é nada mais do que encontrar pessoas semelhantes ao seu público, mas conseguimos fazer o Lookalike na internet inteira e não só no Facebook ou no Google, e sim, em todos os canais. O que amplifica suas possibilidades.

 

Então, Segmentação ao Target, Lookalike e agora vamos falar do Remarketing Dinâmico.

 

Remarketing Dinâmico

Trabalhamos com o Remarketing, que é reimpactar pessoas com peças que mudam de acordo com interações prévias.

Você já deve ter sido impactado com o Remarketing em algum momento e logo pensado: “Essa peça está me seguindo?”, “como sabem que gosto desse produto?”

Essa estratégia de remarketing dinâmico provavelmente foi usada nesse momento. Mas é muito importante controlar a frequência da comunicação para não ser chato ou invasivo.

E não acaba por aí…

Fazemos uma segmentação muito bacana que se chama App Target.

 

App Target

Mas, o que significa App Target?

Impactar os usuários de acordo com o aplicativo que ele tem.

 

 

Imagina que a sua marca gostaria de impactar pessoas que tenham o aplicativo do Itaú, o Spotify ou pessoas que tenham o Uber.

Então, com a mídia programática, você consegue impactar o seu target de acordo com o aplicativo que ele tem, pois possuirão um determinado tipo de comportamento ao qual, a sua marca deseja atingir.

Ainda existem outras segmentações como: renda, geolocalização, idade, sexo, classe social.

Imagina que podemos cruzar todas essas informações?

Podem imaginar o potencial que tem ao cruzarmos formatos com segmentações?

É isso que a mídia programática faz!

 

Gostou do conteúdo sobre as possibilidades da Mídia Programática?

Espero que esse texto tenha mostrado as diversas possibilidades que a Mídia Programática oferece. Continue nos acompanhando para mais conteúdos interessantes, e caso tenha interesse em uma campanha de mídia programática para sua empresa, acesse nossa página de serviços.