10 mitos e verdades sobre Mídia Programática

Por

Maria Fernanda

A Mídia Programática se destaca por ser uma estratégia ideal para atingir os públicos certos com eficácia. No entanto, junto com sua ascensão, surgiram equívocos e conceitos errados que não mostram sua verdadeira essência. 

Neste artigo, vamos conhecer a realidade da Mídia Programática, desvendando 5 mitos que a cercam e apresentando 5 verdades sólidas que merecem ser conhecidas. 

Ao desmistificar essas ideias, você estará preparado para entender o potencial completo dessa estratégia dinâmica e fundamental. 

Você saberia dizer quais dessas frases abaixo sobre Mídia Programática são verdadeiras e quais são falsas?

1) Se limita a banners estáticos em sites

A primeira noção equivocada que desejamos desvendar é que a Mídia Programática está confinada a banners estáticos em sites. Esse mito limita a visão das possibilidades que a estratégia oferece. 

Na realidade, a programática abrange uma ampla variedade de formatos de anúncios, desde vídeos cativantes até anúncios em SmartTVs, aplicativos, games, plataformas de streaming e DOOH (Digital Out of Home) que se fundem perfeitamente ao conteúdo.

Isso proporciona flexibilidade e criatividade na escolha dos melhores formatos para cada campanha, maximizando o engajamento do público.

2) É mais segura

Uma verdade inegável é que a Mídia Programática oferece um nível mais elevado de segurança para as marcas em comparação com abordagens tradicionais. 

O conceito de Brand Safety, por meio de ferramentas avançadas de segmentação e seleção de inventário, permite que as marcas tenham maior controle sobre onde seus anúncios são exibidos. 

Isso ajuda a evitar associações indesejadas e proteger a reputação da marca, criando um ambiente mais seguro para a publicidade online.

3) É sempre mais barata

Um mito comum é que essa estratégia sempre resulta em uma publicidade mais em conta. Embora a automação possa otimizar gastos, essa afirmação não é totalmente verdadeira. 


O custo da Mídia Programática pode variar de acordo com a concorrência pelo inventário, a segmentação escolhida e a qualidade dos locais de exibição. Ela pode ser econômica, mas o foco deve estar no ROI em vez de buscar apenas o menor custo.

4) Investimento de médio prazo

Outra verdade que merece destaque é que a programática é frequentemente mais eficaz quando considerada a médio prazo. 

Embora resultados iniciais possam ser promissores, a verdadeira eficácia da Mídia Programática muitas vezes é percebida ao longo do tempo. 

As campanhas precisam de tempo para se adaptar, aprender e otimizar com base nos dados coletados. A paciência é uma virtude nessa abordagem, e a persistência pode levar a resultados excepcionais.

5) Não respeita a privacidade

Um mito fundamental que precisa ser esclarecido é que a Mídia Programática não respeita a privacidade dos usuários. Isso não poderia estar mais longe da verdade, especialmente no contexto atual das regulamentações de privacidade, como a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados). 

Essa estratégia está evoluindo para se adequar às diretrizes de privacidade, garantindo que a coleta de dados ocorra com consentimento explícito e que os direitos dos usuários sejam respeitados.

6) Intervenção humana é essencial

Uma verdade incontestável é que, embora a automação seja uma característica central da Mídia Programática, a intervenção humana é crucial para o sucesso. 

Profissionais de marketing, mais precisamente gestores de tráfego, desempenham um papel fundamental na definição de estratégias, na seleção de segmentações precisas e na criação de mensagens que atinjam o público-alvo. 

A combinação de inteligência humana e automação é o que impulsiona resultados significativos.

7) Serve apenas para grandes empresas

Um mito que prejudica a compreensão da Mídia Programática é que ela é exclusiva para grandes empresas com orçamentos volumosos. 

No entanto, essa abordagem é altamente escalável e acessível para empresas de todos os tamanhos. 

Graças à segmentação precisa e à eficiência na alocação de orçamentos, até pequenas e médias empresas podem aproveitar os benefícios da programática para atingir seus objetivos de marketing.

Com a ADSPLAY X, por exemplo, é possível operar campanhas a partir de pequenos investimentos por conta própria, já que a plataforma é acessível e intuitiva.

8) Otimiza gastos e aumenta o ROI

Uma verdade inegável é que essa é uma estratégia que otimiza gastos e oferece um retorno do investimento (ROI) mais eficaz. 

Através da automação inteligente, os anúncios são direcionados especificamente para públicos-alvo relevantes, minimizando desperdícios e maximizando a eficiência dos gastos com publicidade. 

Isso resulta em uma alocação mais estratégica de recursos e, consequentemente, em um ROI mais robusto.

9) Elimina a necessidade de outras estratégias de marketing

Um mito importante a ser desmistificado é que apenas essa abordagem substitui completamente outras estratégias de marketing. Enquanto é uma ferramenta poderosa, não é uma solução única para todos os objetivos de marketing. 

A combinação de abordagens tradicionais e inovadoras, incluindo a Mídia Programática, pode criar uma estratégia de marketing mais assertiva e eficaz.

10) KPIs variam de acordo com o objetivo da campanha

Uma verdade essencial é que os indicadores-chave de performance (KPIs) na Mídia Programática variam de acordo com os objetivos da campanha. Se o foco for o reconhecimento da marca, métricas como impressões e alcance são fundamentais. 

Para campanhas de conversão, métricas como taxa de cliques (CTR) e taxa de conversão ganham destaque. A flexibilidade dos KPIs permite que as marcas direcionem suas campanhas de acordo com seus objetivos específicos.

Desbloqueie o potencial do seu negócio com a ADSPLAY

Ao desvendar esses mitos e expor as verdades sobre a Mídia Programática, emerge um retrato mais nítido de uma ferramenta indispensável no complexo mundo do marketing digital. 

Através dessa estratégia, as marcas podem alavancar a precisão da segmentação, alcançando os públicos certos no momento certo. 

A confiança na exibição de anúncios em ambientes seguros é reforçada, enquanto o ROI é otimizado por meio da alocação eficiente de recursos.

E aí, você conhecia algum desses mitos sobre a Mídia Programática? Para saber mais sobre o assunto e ficar por dentro de todas as novidades da área, acesse nosso blog.

Não deixe que equívocos atrapalhem seu progresso. Agora que você possui as informações corretas, está pronto para explorar o vasto potencial da Mídia Programática. 
Entre em contato com a ADSPLAY hoje mesmo e juntos vamos traçar o caminho para uma publicidade direcionada, eficaz e impactante.

Compartilhe essa postagem!

categorias

Brand safety

Campanha publicitária

Cursos online

Dia das mães

Dia dos pais 2021

Digitalks

LGPD

Marketing de dados

Marketing digital

Marketing em áudio

Inscreva-se para receber os nossos materiais e ficar por dentro das principais notícias do nosso setor.

    O QUE PODEMOS FAZER PELA SUA MARCA HOJE?

    Fale conosco