Brand Safety

Por

Maria Fernanda

Brand Safety, ou “segurança de marca”, é uma estratégia crucial para proteger a reputação e a imagem de uma marca em ambientes digitais. Com o avanço da publicidade online e a crescente adoção da mídia programática, a preocupação com a segurança da marca tornou-se ainda mais importante. 

A Brand Safety busca evitar que anúncios sejam exibidos em contextos inadequados, como sites com conteúdo ofensivo, violento, discriminatório, ou associados a atividades ilegais e imorais.

Segurança de Marca na Mídia Programática

A mídia programática é uma forma automatizada de compra e venda de espaços publicitários online, onde anunciantes e publishers interagem através de plataformas e tecnologias que utilizam algoritmos e lances em tempo real. 

Embora a mídia programática ofereça eficiência e alcance de audiência, ela também traz desafios únicos para a segurança de marca.

1) Contexto Inadequado e Associações Negativas

Um dos principais desafios da Brand Safety é evitar que os anúncios sejam veiculados em contextos inadequados. Isso pode ocorrer quando um anúncio de uma marca é exibido em um site com conteúdo que entra em conflito com os valores e posicionamento da empresa. 

A associação de um anúncio com conteúdo inadequado pode levar a associações negativas e afetar negativamente a percepção da marca pelo público.

2) Conteúdo Gerado pelo Usuário e Comentários

Com a proliferação das mídias sociais e plataformas com conteúdo gerado pelos usuários, a exposição da marca a comentários e postagens inadequadas ou ofensivas representa outro desafio para a segurança da marca. 

Mesmo que a marca não tenha qualquer envolvimento direto com o conteúdo gerado pelo usuário, a veiculação de anúncios em contextos desfavoráveis pode causar danos à imagem da empresa.

3) Fraudes e Tráfego Não Humano

A mídia programática também está sujeita a fraudes, incluindo a exibição de anúncios para bots e tráfego não-humano. 

Essas práticas não apenas desperdiçam o orçamento de marketing, mas também podem expor a marca a ambientes não autênticos e prejudicar a eficácia da campanha.

Protegendo a Marca na Mídia Programática

Para garantir a Brand Safety em campanhas de mídia programática, os anunciantes podem adotar as seguintes estratégias:

Escolha de Parceiros e Plataformas Confiáveis

Selecionar parceiros de publicidade e plataformas confiáveis é um passo essencial para garantir a segurança da marca. 

Trabalhar com redes de anúncios e publishers que adotam políticas rígidas de Brand Safety e filtrem sites inadequados ajuda a evitar associações negativas para a marca.

Uso de Palavras-Chave Negativas e Segmentação Contextual

O uso de palavras-chave negativas permite que os anunciantes evitem que seus anúncios sejam exibidos em sites com conteúdo indesejado. 

Além disso, a segmentação contextual permite direcionar a exibição de anúncios apenas para sites e contextos relevantes para a marca.

Monitoramento Constante e Ajustes

O monitoramento em tempo real é fundamental para identificar e corrigir problemas de Brand Safety imediatamente. 

Os anunciantes devem acompanhar de perto onde seus anúncios estão sendo exibidos e estar prontos para ajustar suas estratégias conforme necessário.

Transparência e Comunicação

A transparência é fundamental para estabelecer uma relação de confiança entre os anunciantes e suas plataformas de publicidade. 

Comunicar de forma clara e transparente as diretrizes e expectativas de Brand Safety ajuda a evitar surpresas e garantir que os anúncios sejam veiculados em ambientes adequados.

Educação Interna e Conscientização

É importante que as equipes de marketing e publicidade estejam cientes das práticas de Brand Safety na publicidade programática. 

A educação interna pode ajudar a evitar erros e garantir que todos os membros da equipe estejam alinhados com os objetivos de segurança de marca.

O Brand Safety na Era da Tecnologia Avançada

À medida que a tecnologia continua a evoluir rapidamente, novos desafios e oportunidades surgem no campo do Brand Safety. Ao mesmo tempo que entramos em uma era de inteligência artificial, aprendizado de máquina e automação, o cenário da publicidade digital está se transformando, e a segurança de marca precisa se adaptar a essas mudanças.

1) Avanços Tecnológicos para Combater Riscos

A tecnologia desempenhará um papel crucial no futuro do Brand Safety. Avanços em inteligência artificial permitirão que os sistemas de publicidade programática identifiquem e bloqueiem automaticamente conteúdos inadequados, protegendo as marcas de associações negativas. Além disso, a análise de dados em tempo real ajudará os anunciantes a tomar decisões mais informadas sobre onde veicular seus anúncios.

2) Brand Safety Além do Contexto

Embora a segmentação contextual seja importante, o futuro do Brand Safety também se concentrará em proteger a marca além do contexto imediato. Isso significa monitorar a percepção da marca nas redes sociais, fóruns online e outras plataformas em que os consumidores possam mencionar a empresa. 

Comentários negativos e discussões prejudiciais podem ter um impacto significativo na reputação de uma marca, mesmo que os anúncios não estejam diretamente envolvidos.

3) Personalização Responsável

À medida que a personalização de anúncios se torna mais avançada, é fundamental equilibrar a relevância com a segurança da marca. 

Os anunciantes precisarão garantir que a personalização seja feita de forma responsável, evitando o uso de dados sensíveis ou comportamentos invasivos que possam levantar preocupações de privacidade do usuário.

4) Colaboração entre Anunciantes e Plataformas

A parceria entre anunciantes e plataformas de publicidade será essencial para avançar no campo da Brand Safety. As plataformas devem aprimorar seus sistemas de filtragem e relatórios para fornecer informações detalhadas sobre onde os anúncios são veiculados. 

Ao mesmo tempo, os anunciantes devem estabelecer diretrizes claras para proteger sua marca e comunicá-las de forma transparente às plataformas.

A Brand Safety é uma prioridade crítica para os anunciantes que desejam preservar a reputação e a imagem de suas marcas em um ambiente digital em constante mudança. 

A mídia programática oferece oportunidades valiosas para alcançar um público-alvo altamente segmentado, mas também apresenta desafios significativos para a segurança de marca. 

Ao adotar estratégias como escolha cuidadosa de parceiros, uso de palavras-chave negativas, segmentação contextual, monitoramento constante, transparência e colaboração, os anunciantes podem minimizar os riscos e proteger a imagem de suas marcas, garantindo que seus anúncios sejam veiculados em contextos relevantes e seguros.

Investir em Brand Safety não é apenas uma questão de mitigar riscos, mas também de construir confiança com o público. À medida que os consumidores se tornam mais conscientes sobre a privacidade de dados e a relevância dos anúncios, marcas que priorizam a segurança e a responsabilidade serão mais bem-sucedidas em construir relacionamentos duradouros com seus clientes. 

No final das contas, proteger a imagem da marca é um investimento valioso para o crescimento sustentável e a longevidade de qualquer empresa no cenário digital em constante evolução. 

A Brand Safety continuará a ser uma área em desenvolvimento à medida que a tecnologia avança, e cabe aos anunciantes permanecerem proativos, adaptando suas estratégias e abordagens para enfrentar os desafios futuros.

Compartilhe essa postagem!

categorias

Brand safety

Campanha publicitária

Cursos online

Dia das mães

Dia dos pais 2021

Digitalks

LGPD

Marketing de dados

Marketing digital

Marketing em áudio

Inscreva-se para receber os nossos materiais e ficar por dentro das principais notícias do nosso setor.

    O QUE PODEMOS FAZER PELA SUA MARCA HOJE?

    Fale conosco