O que é CPM e o que significa?

Por

Maria Fernanda

Ao fazer um anúncio, é possível escolher diversas formas de precificação, uma das mais conhecidas é o CPM.

O que é e o que significa o CPM

CPM vem do inglês de Cost per Mile, ou em português Custo por Mil Impressões.

Essa métrica está relacionada a como o anúncio é cobrado e considera o valor que é pago a cada 1.000 impressões do anúncio. Toda vez que o criativo aparece em um site ou aplicativo, é considerada uma impressão. Portanto, a cada 1.000 vezes que isso acontece é calculado o valor médio que é o CPM.

Sou cobrado em 100% das vezes que o anúncio aparece?

Um ponto importante sobre o CPM é que ele é cobrado independentemente do anúncio ser clicado ou não. E também, mesmo que ele não seja visto na tela do usuário.

Para garantir que o anunciante seja cobrado apenas por criativos que foram visualizados, ou ainda, por um percentual mínimo de visualização é que entre uma métrica chamada viewability. Com ela são consideradas as viewable impressions, ou seja, impressões visíveis.

No display, é considerado como viewability se ao menos 50% do banner estiver visível (ou metade dos pixels que compõem a peça). E no vídeo, é considerado como visualização caso o usuário passe mais do que 2 segundos assistindo ele.

Na Mídia Programática é possível configurar o percentual de viewability mínimo que o anunciante quer considerar em suas campanhas. Rentabilizando ainda mais o seu investimento.

CPM no marketing digital

A métrica de CPM é muito usada em diversas ferramentas de marketing digital pois é uma ótima maneira de padronizar o custo de uma campanha. Em campanhas com foco em brand awareness, é uma das melhores métricas para entender o custo do alcance e de impactar um inventário específico.

O valor de CPM pode variar com base em uma série de fatores como segmentação do público-alvo, inventário, canal onde o anúncio vai aparecer, sazonalidade, entre outras variáveis.

Como funciona o cálculo do CPM na prática

Calcular o CPM é mais fácil do que parece. Para chegar ao seu valor é necessário dividir o custo total do anunciante pela quantidade de impressões que ele recebeu. Após isso, é só multiplicar o resultado por 1.000.

Ilustramos abaixo:

CPM = (Custo total de Mídia / Quantidade Total de Impressões) x 1.000

Exemplo: um anunciante teve o custo R$ 10.000,00 para imprimir 1.800.000 impressões. Logo, o CPM dessa campanha foi:

CPM = (10.000 / 1.800.000 ) x 1000 = R$ 5,56.

Saiba mais sobre a ADSPLAY.

Somos uma trading desk especialista em mídia programática.

Compartilhe essa postagem!

categorias

Brand safety

Campanha publicitária

Cursos online

Dia das mães

Dia dos pais 2021

Digitalks

LGPD

Marketing de dados

Marketing digital

Marketing em áudio

Inscreva-se para receber os nossos materiais e ficar por dentro das principais notícias do nosso setor.